10 mil crianças e adolescentes que têm sido adotadas no Brasil”, diz o CNJ, Só Boas Notícias

Foto: Gerd Altmann / PixabayFoto: Onde Altmann / Pixabay

Uma revisão da CNJ, o Conselho Nacional de Justiça, afirmou que, no prazo de 10 mil crianças e adolescentes foram criados nos últimos cinco anos.

A notícia é boa, mas ainda restam 5 mil dificuldades para a sua adoção, e que se encontram em lista de espera. E, há mais de 34 mil candidatos.

O tempo que decorre entre o pedido e a autorização da adoção, que é de 4,3 anos.

O relatório indica que a maior parte dos adotantes, ainda preferem crianças pequenas.

Ver o total das adoções realizadas, as idades das crianças:

  • 51% das crianças menores de 3 anos de idade
  • 27% das crianças de 4 a 7 anos de idade
  • 15% dos meninos e meninas de 8 a 11 anos de idade, e
  • 6% das adolescentes com mais de 12 anos de idade.

Os dados foram fornecidos pelo CNJ, na mesma semana em que se comemora o Dia Nacional da Adoção.

No ano passado, o CNJ lançou o Sistema Nacional de Adoção e de Acolhimento, pelo que se concentra a informação das instituições para o cuidado de crianças e adolescentes se encontram em todo o país para ajudar os juízes das varas da infância e da Argentina, na condução dos processos de adoção.

Com esta nova plataforma, à procura de candidatos para as crianças, que permitam a adoção será realizado de forma automática.

O programa emite os avisos sobre os prazos e procedimento das adoções e as atualizações da conta.

Com informações da arquidiocese de guadalajara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *