A cidade de Florianópolis, quase 1 mês sem a morte da covid, Só Boas Notícias

Florianópolis - Foto: divulgaçãoFlorianópolis – Foto: divulgação

Na cidade de caxias do sul, no brasil, não registra a morte de covid-19 a 25 dias. A última foi no passado dia 4 de maio, muito pelo contrário do que acontece, infelizmente, o resto de Portugal.

Embora seja a terceira maior cidade espanhola com maior número de casos da doença na capital, tem se mostrado um exemplo na luta pelo novo coronavírus: registrou-se 644 pacientes com coronavírus e o foco, desde o início da pandemia.

A prefeitura acredita que isso se deve a que as medidas mais restritivas para a vigilância e o serviço de atendimento rápido aos casos suspeitos.

A prevenção de

Para o governo, esteve presente no serviço, Saudações da Saúde, na qual os moradores podem entrar em contato através do telefone ou da aplicação, e dispor de um serviço de pré-emprego.

O município disse que foi reforçado inspeções e sanções para as pessoas que descumprirem as medidas para prevenir a transmissão do vírus, tais como o isolamento social, a quem foi diagnosticado com a doença.

Em relação às medidas restritivas para o transporte de passageiros, nas aulas e nos eventos que permanecem suspensos na capital da república.

O prefeito de Gean Loureiro (sem partido) acredita-se que o retorno dos ônibus é possível que em meados de junho.

As provas

Em relação às provas, a prefeitura informou que, além das pessoas, e com a suspeita de que Covid-19, também são feitos exames para os contatos mais próximos a eles.

No município, disse que isso vai ajudar a esclarecer a real situação da propagação da doença na cidade, o que também ajuda na tomada de decisões relativas à flexibilidade no isolamento social.

Até sexta-feira, foram feitos mais de 6,9 mil testes de os coronavírus.

Histórico

Na capital, iniciou-se a epidemia, com o maior número de casos de coronavírus.

O 17 de maio, foi superada pela Chapecó, no Oeste, e na quinta-feira à Revolução, na mesma área.

Estas duas cidades têm 877 e 839 dos casos, respectivamente, de acordo com o boletim mais recente, divulgado pelo governo do estado, na noite de sexta-feira (29).

Entre o segundo (25) e sexta-feira, Panamá registrou um aumento de 16 casos).

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *