A Terapia comunitária, médico, etc romeiro a ajuda de 5 milhões de euros, Só Boas Notícias

Projeto 4 Varas - Fotos: divulgaçãoO projeto 4 Varas – Foto: divulgação

A terapia da comunidade que cuida do corpo e da alma, que já ajudou mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo. Compreender como é que este projeto tenha chegado tão longe, que só é possível, vendo de perto a trajetória do médico, etc., que nasceu e cresceu na cidade de canindé, estado do Ceará, rodeado de peregrinos, cheio de histórias sobre os milagres de São Francisco, e está protegido pelas orações dos curandeiras.

Fascinado por aquelas pessoas que dedicaram sua vida a cuidar dos outros, Adalberto e sua Opinião, a dia de hoje é o de um Doutor, Professor da Universidade da corrente principal. Doutor em medicina e a Antropologia, e ele sabia disso desde o início, que sua vocação estava em relação direta com a ajuda no processo de cura das pessoas.

Sendo muito jovem, escolheu o caminho do sacerdócio, já que, seguindo os passos de São Francisco, que era o seu grande objetivo. No meio do caminho, a que se deu conta de que o cuidado da alma e da fé, que não é exatamente o que o seu chamado. E uma vez lá, se encontrou com o medicamento e a forma de cuidar, mas também dos corpos.

A ciência e a fé

Ao longo desse processo de aprendizagem, tanto dentro como fora de Portugal, Adalberto foi encontrado com os extremos das duas vocações, que se diziam os “inimigos” da ciência e da fé. A medicina e as crenças das pessoas.

O mundo não estava preparado para um médico, etc, romeiro e benzedor, mas tinha que começar a ser. Esse foi o momento em que, em 1987, em que nasceu o projeto, de 4 Polos, o que abriu um mundo em que o cuidado do corpo que não se incluía no cuidado de sua alma, e vice-versa.

O nome vem de uma história popular da região, que é usado para a união dos 4 naipes, por exemplo, a força que vem da união, por isso é perfeita para definir o que é o design de seu significado.

“Está claro que a união europeia tem seus problemas, mas é que é o que nós vamos encontrar as soluções! Não se pode ignorar que, durante centenas de anos, e ele curou as pessoas na fé e no conhecimento das curandeiras que não podem ser eliminados, bem como os avanços da medicina, não é que pode ser a hora de chegar a elas!”, acredita-se Adalberto.

A terapia

O projeto leva os programas que trabalham-se temas como:

  • a importância da auto-estima positiva nos processos de cura;
  • da saúde da comunidade – os postos de seguranças perto dos centros de tratamento, que ocorrem através das orações, os banheiros e o chá, e
  • o poder das terapias alternativas comunitárias baseadas na troca de experiências que nunca, com os conselhos ou os tributos, sempre compartilhando e somando.

Tudo isso, somado à importância de olhar para os seres humanos como indivíduos completos no corpo e na crença – e se introduzem no interior de uma comunidade, de sua história e de cultura, fez com que a transformação acontece de forma solidária com os mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo.

Mais de 37 mil, na atualidade, já se formaram e são capazes de levar esta forma de cuidar dos necessitados.

O design dos 4 Naipes, foi descoberta por pesquisadores de Exemplos disso, os parceiros da SóNotíciaBoa.

“Nós, como casal, que vive em busca de um bom exemplo, temos o prazer de saber que é uma iniciativa que, no interior do estado do Ceará, ganhou um espaço em que o protagonismo e até abriu um espaço para uma discussão mais do que se precisa em todo o mundo. O design dos 4 Naipes, é uma das melhores provas de que o primeiro passo que se dá, que não tem nada acontece!”, afirma Julian Eduardo, dos Caçadores e dos Bons Exemplos disso.

Projeto 4 Varas - Fotos: divulgaçãoO projeto 4 Varas – Foto: divulgação

Por Rinaldo de Oliveira, da redação da SóNotíciaBoa com os Caçadores de Bons Exemplos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *