As Universidades brasileiras, que identificam o potencial das 4 da droga para tratar o covid, Só Boas Notícias

Foto: PixabayFoto: Pixabay

Cientistas de duas universidades que realizaram ensaios in vitro, em cultivos de células animais e in silico, pelo modelo de simulação de computador, no 65 de produtos químicos conhecidos, e, geralmente, são utilizados para outros fins.

Os pesquisadores da Universidade de buenos aires, universidade de são paulo e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, descobriram que quatro das drogas, com a possibilidade de que a inibição da infecção pelo novo coronavírus.

A primeira versão deste artigo produzido pela equipe, que foi publicada no bioRxiv.

O 4 de drogas

De acordo com os especialistas, as análises demonstraram que o brequinar, o acetato de abiraterona, um extrato de Hedera helix, e a neomycin pode ser explorado para o tratamento da Covid-19.

“O mapa das interações de drogas com sistemas biológicos do corpo humano e o vírus se indica que as substâncias cuja eficácia foi demonstrada em ensaios in vitro, poderia se tornar em um sistema biológico”, disse Ludmila Fernandes, coordenadora do Laboratório de Biologia de Sistemas de a outra, da universidade federal de minas gerais.

De acordo com os pesquisadores, tanto no brequinar como o acetato de abiraterona, demonstraram ter atividade antiviral potente e seletiva contra o Sars-CoV-2.

Já que o extrato de Hedera helix e, do total, foram avaliados como “ver também moderada”.

Dessas observações e comentários, e, o segundo, o computador, eles são uma equipe e que indicam a necessidade de continuar estudando destas substâncias.

A Ivermectina não reconhecidos

Os anti-helmínticos de Ivermectina e a nitazoxanida, que têm vindo a ser associada à luta contra a Covid-19, que também foram estudadas na pesquisa.

A ação antiviral de drogas, no entanto, foi demonstrado que é eficaz contra o coronavírus em uma concentração na sua falta, no corpo humano.

Durante a prova, a quantidade de medicamento necessária para matar o vírus, que também matou as células humanas.

As drogas têm sido reprovadas pelos pesquisadores.

Com a informação de Galileu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *