Fernando da Rosa de pôr a zero nos casos de covid depois do caos, Só Boas Notícias

Fernando de Noronha - Foto: PixabayFernando de Noronha – Foto: Pixabay

Fernando de la Rosa conseguiu remover os casos de covid-19. Neste sábado, 9, a administração local, anunciou que, nos quatro casos suspeitos, que foram demitidos, e que em suas Terras se encontra livre no novo coronavírus.

A vitória veio depois de que o primeiro caos do país, de 20 de abril, data em que se decretou o fechamento total da ilha, junto com outras medidas protetivas.

Fernando de la Rosa teve em 28 de casos confirmados. Todos os que se inserem.

É claro que na região se beneficiou de um isolamento natural, já que se trata de uma ilha, a 545 km da capital de Pernambuco, em Recife, mas as medidas mais rigorosas, também ajudaram.

A história

Com 3,3 mil habitantes, a Rosa foi proibido o turismo, desde o dia 21 de março, e a renda dos moradores, desde o dia 5 de abril. No aeroporto, o que leva os turistas foi fechado.

Na ilha registou-se a 26 de pacientes infectados com o passado dia 18 de abril.

Um dia antes de que o ministério público do estado de Pernambuco, no brasil, que determinou que o governo de Fernando de Noronha, usou a polícia para retirar os residentes ilegais da ilha.

No passado dia 20 de abril, pelo que o estado tem ordenado caos, em Portugal, no primeiro lugar do país em que se deve adotar o corpo.

Somente as pessoas que tenham a autorização podiam mover-se para a Ilha e conta com um formulário de encomenda com 24 horas de antecedência, dizendo que a razão pela qual a porta de saída.

Em um hospital de campanha que foi montado no auditório da escola secundária do arquipélago e terminou em 27 dias, mas é que nem sequer se chegou a usar.

Ajuda

Para ajudar a população que vive do turismo e que ficaram sem trabalho, os que foram entregues aos quase 700 famílias de cestas básicas adquiridas, em colaboração com o Ceasa.

Também foi concedido o benefício de r$ 200 por mês para ajudar as famílias a comprar o gás e a água mineral.

Em breve

Mas a operação da ” guerra contra o covid continua a ser, mesmo em casos cancelado da doença.

O administrador do Distrito, Guilherme Rocha, disse que o jogo ainda não acabou, e que é necessário continuar com o isolamento social.

Avenida Fernando de Noronha – Foto: Daniel, um dos filhos de Divulgação

Com informações da DiárioDePernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *