Mais de 4 milhões de recuperar a Covid no mundo, mas que não relaxar! Só Boas Notícias

Paulo Zoghbi, venceu a Covid no DF - Foto: divulgação/Hospital Santa LuziaPaulo Zoghbi, ganhou o Covid na cidade do MÉXICO – Foto: divulgação/Hospital de Santa Lúcia

O número de recuperar a Covid no mundo, quebrou a marca dos 4 milhões de euros. Até este sábado, dia 20 de junho, se 4.277 milhões, dos padres, os quais, de acordo com o site da Universidade Johns Hopkins, nos estados UNIDOS.

Sim, a gente aplaude a estes guerreiros, que são concedidos pelo novo coronavírus, mas o que se une, e não baixar a guarda das medidas protetivas. A doença não é uma brincadeira, e que qualquer pessoa pode tomar. Se a proteção, também protege as pessoas que te quer e que não tem o vírus, para que eles, em sua própria casa. E não há que esquecer que a Covid-19, que já matou cerca de meio milhão de pessoas em todo o mundo, com mais de 460 mil e o número total de infectados já mais de 8,6 milhões de dólares, em forma de lua crescente!

Dito isso, vamos ao bom da notícia é que as pessoas que ganharam e escaparam desta tragédia, que se espalhou em todo o mundo.

Os países com o maior número de cura, até agora, são: estados UNIDOS, Brasil, Rússia, da Índia e da república do Chile.

Veja o ranking das recuperados

  • Estados UNIDOS – 606,7 mil
  • Espanha – 556,1 mil
  • Federação da rússia – 334,0 mil
  • Na índia 213,8 mil
  • Chile (191,4 mil
  • Itália – 181,9 mil
  • Alemanha – 174,5 mil
  • Irã 161,3 mil
  • Turquia – 157,5 mil
  • Espanha – 150,3 mil
  • Dos Casos confirmados de

    Apesar de ser adultos, os sobreviventes e os padres, é preciso notar, além disso, que o número de casos confirmados é enorme.

    Até o momento, 8.698, milhões de pessoas levantaram-se da doença em todo o mundo.

    Os países com o maior dos casos, são estados UNIDOS, Brasil, Rússia, Índia e Reino Unido.

    Veja o ranking dos infectados

  • Estados UNIDOS – 2,223 bilhões
  • Espanha – 1.032 milhões
  • Rússia 576,1 mil
  • A índia 395,0 mil
  • No Reino Unido – 304,5 mil
  • Em portugal 245,5 mil
  • No peru 244,3 mil
  • Itália: 238,0 mil
  • China – 231,3 mil
  • Irã – 202,5 mil
  • Os mortos

    Nos simpatizar com as famílias dos 460.783 as pessoas que perderam a vida por causa da Covid 19 e até o início da tarde deste sábado, dia 20 de junho, no mundo da música. Cerca de meio milhão de pessoas que, repetimos!

    Nos Estados Unidos, a tiram da lista com o maior número de vítimas: 119,1 milhares de pessoas.

    A Argentina ocupa o segundo lugar no ranking, com um 48,9 milhões, ou seja, quase 50% dos brasileiros perderam a vida a uma doença invisível – a nota, assim que muita gente ainda não tendo a mais grave e anda sem máscara pelas ruas. O que há que fazer para abrir os olhos de cada um desses?

    Em seguida, o número de mortos que vêm no Reino Unido, com um 42,6 milhões, Itália com 34,5 milhões, França com 29,6 milhões, Espanha, com um 28,3 milhões no México, com 20,3 mil cidadãos que perderam a vida.

    Se você tomar cuidado!

    Portanto, as pessoas sempre se enfatiza é que ele não descanse das medidas de segurança e isolamento social. Tomar todas as medidas de precaução, como o uso de máscaras e álcool em gel, e se tiver que sair de casa, pela razão que seja.

    • Manter a distância social, e está localizado a 2 km das pessoas na rua.
    • Ao voltar a tirar os sapatos ao entrar em casa, borrife com álcool e / ou palavra-passe de água sanitária, e se coloca no lugar reservado a),
    • tire a roupa utilizada pela rua e começam a lavar
    • tome um banho com sabão de higiene pessoal,
    • vista roupas limpas
    • use as sapatilhas limpas para andar dentro de casa.
    • Manter o chão limpo e, frequentemente, a água da saúde.

    Todo o esforço que vale para cuidar de você e das pessoas que te quer até que não saia de uma vacina para acabar com a Covid-19. Se na liga!

    Foto: Universidade Johns Hopkins - 20/06/2020Foto: Universidade De Johns Hopkins University – 20/06/2020

    Por Rinaldo de Oliveira, da redação da SóNotíciaBoa

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *