O casal de idosos, internado no hospital durante 110 dias e ganhe Covid, e de volta para casa, Só Boas Notícias

Júlio e Margareth Villalba em casa - Foto: Gerda GottwaldJoão e Margarida Toledo, em casa Foto: Gerda qual tem dois filhos

Na semana da festa da família, do casal João e Margarida Venezuela. As pessoas com mais de 83 a 74 anos de idade, respectivamente, na Covid-19, e partiu para a sua casa neste fim de semana.

Eles são o Distrito Federal, e foram passados aos 110 dias internados no hospital, 75 deles na Unidade de terapia Intensiva (UTI).

João Toledo, foi internado no hospital no dia 28 de março. Militar da reserva, que foi transportado para o Hospital das Forças Armadas (HFA).

No dia seguinte, Margarida, também teve que ser enviada para a unidade hospitalar. O estado se complicou depois que a estadia no hospital, dos quais dois têm sido induzida a um coma.

Julho é a hipertensão arterial e a Margarida se submeteu a um tratamento de tromboembolismo pulmonar (TEP) no mês de fevereiro deste ano e que sempre precisou de uma segunda intervenção na mesma classe durante a sua estadia no hospital, e para ganhar o coronavírus.

“O que nos preocupava eram os agravantes de infecções causadas por Covid-19 da tarde, como as dos pulmões e das outras “secundárias”, disse Patrícia Villalba, o filho do casal, para a Sustentabilidade.

Alta

Por sorte, João e Margarida tiveram um alto no último quarto, o dia 15 de julho.

Disseram-lhes os filhos, como é estar tanto tempo longe, na cama de um hospital com uma doença que já custou a vida de quase 80 mil no brasil.

Ortega disse que o período de estadia no hospital foi de muita reflexão.

Já em Margarida, que é a mestra das letras dos aposentados, que também volta a rotina da família, e mergulhar de novo nos livros de texto para o seu gosto.

Passado o susto, Luciano diz que todos da família que aprenderam as lições mais importantes, como o de ampliar a atenção à saúde, já que não se sabe como, os pais que contraíram o coronavírus.

Com os dados de Sustentabilidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *