“o espaço do Saber” leva os livros para os paletes para que as crianças de um bairro marginal de Apenas Boas Notícias

Crianças no Cantinho do Saber - Fotos: Bruno NóbregaAs crianças no Canto dos Conhecimentos de Fotos: Bruno usuário do google

Veja como uma boa notícia, inspira e atrai mais boas notícias. Depois que se viu a matéria no Âmbito do “Saber” que se presta livros para as crianças da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, um professor no estado de Mato Grosso do sul, no brasil, levou à ideia de que a capital, campo Grande.

O professor Bruno, manuel da Nóbrega, de 40 anos, foi feito uma campanha mais rápido no último dia de feira, e ultrapassou os 300 livros, que foram transferidos para as crianças da favela, Só por Deus no Jardim do seu Bebê, e que mais de 80 meninos e meninas.

“Seguindo o exemplo do que eu vi em SóNotíciaBoa, eu decidi fazer aqui, é só que botei com o nome de “Cantinho do Saber”, para que as crianças deste bairro em um Campo maior”, disse Bruno usuário do google, em uma entrevista com o SóNotíciaBoa.

Por exemplo, o Quadro do “Saber”, o “Cantinho do Saber”, que também sai em livros, em um ponto fixo na rua, para que os meninos e as meninas têm um acesso fácil aos livros emprestados, e isso pode incentivar neles o hábito da leitura.

Os paletes

No entanto, em vez de usar a caixa para fazer as coisas, no “Cantinho do Saber”, conta com plataformas de madeira, os salários dos paletes para manter e expor os livros de contabilidade.

“Um dos meus amigos fez com que a estrutura de produção, fez-se uma campanha de recolha de livros e mais de 300 de costas”, disse o professor.

Este fim-de-semana, em que Bruno recebeu uma doação de 50 livros, e de Beatriz De Félix Soriano, uma jovem escritora da cidade.

O acesso à cultura

Bruno disse que a idéia do ” espaço do Saber, é ter um pouco de cultura para que as crianças que não dispõem de computador ou telefone celular em casa.

Nesta primeira fase do projeto, os livros que se encontram em um espaço cedido por uma das pessoas que vivem no local.

E Como a ideia não deu certo, e me chamou a atenção das crianças, o professor, já que é um novo plano.

“Minha intenção é a de levar a outras regiões da periferia em Campo Grande

Botas de futebol

O professor Bruno tem um design de inspiração na cidade. Depois que se descobriu que várias crianças que praticavam o futebol descalços, tem contribuído com um total de 5 mil, botas de futebol, como foi demonstrado no SóNotíciaBoa no último mês.

Como dar

Se você tem os livros, e você pode fazer uma doação para a Área do “Saber”, por favor, fale com o professor Bruno, o serviço do WhatsApp (67) 99146-0990.

Se estabeleceram na região e em dois pontos de coleta: na caverna de Bebê na Rua José Antonio, 740, e na Avenida do estado de Mato Grosso, no 3.022.

Bruno, crianças e escritora Beatriz De Felice- Foto: arquivo pessoalBruno, o menino e a escritora Beatriz De Felice – Foto: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação da SóNotíciaBoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *